Loucuras no Ar

Neste final de semana, dias 8 e 9, o Rio de Janeiro recebe um dos maiores eventos de corrida aérea do mundo: o Red Bull Air Race. Reunindo os 15 melhores pilotos da categoria, a competição é única corrida de aviões aprovada pela Federação Aeronaútica Internacional (FAI). O torneio é dividido em oito etapas, sendo que da capital fluminense será a terceira. O objetivo é completar o percurso no menor tempo possível, passando pelos obstáculos na posição correta e, assim, acumular pontos.

Essa é a segunda vez que o Rio de Janeiro recebe o circuito – a primeira foi em 2007, quando uma multidão de mais de um milhão de pessoas invadiu a praia do Flamengo para prestigiar o evento. A etapa carioca promete movimentar – novamente – um número muito grande de pessoas, o que causou controvérsia a uma semana do evento. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) embargou a realização da competição no Aterro do Flamengo, alegando que os organizadores não avisaram o instituto sobre o evento. Mas logo autorizou a realização da competição.

Representante brasileiro e primeiro sul-americano a competir no torneio, Adilson Kindlemann não participará da etapa carioca. Ele se acidentou nos treinos para a última etapa, em Perth, na Austrália. O piloto, porém, deve voltar na sexta fase da competição, que acontecerá em Lausitz, na Alemanha.

A primeira etapa do evento, em Abu Dhabi (nos Emirados Árabes), foi vencida pelo atual campeão do mundo, o britânico Paul Bonhomme, que ficou em primeiro lugar na competição em 2009. Já a etapa australiana, na qual o brasileiro se acidentou durante os treinos, teve o austríaco Hannes Arch em primeiro lugar. Kindlemann ainda não somou pontos e só terá esta oportunidade em agosto, na etapa alemã.

Tendo a Audi como parceira global do evento, a etapa brasileira será patrocinada pela Petrobras e Oi. A primeira – que também é presente na aeronave do piloto brasileiro – estará, nesta etapa, no avião de Michael Goulian. A marca estampará a aeronave do piloto norte-americano em função da ausência de Kindlemann.

Ação
A Petrobras – que também é a apresentadora oficial da etapa brasileira da competição – lançou a promoção “O Desafio Está no Ar”, que dará aos vencedores a oportunidade de assistirem a corrida na área VIP, além de conhecer o hangar dos aviões da competição. Para divulgar o concurso, a empresa instalou um simulador de vôos na estação Carioca do metrô – uma das mais movimentadas da cidade. Outras estações ainda contarão com projeções de mídia interativa sobre a Red Bull Air Race, e os postos da empresa próximos ao local da corrida serão personalizados com cenografia temática.

Além de ser responsável pela divulgação da competição e ter sua marca estampada na aeronave de Michael Goulian, a Petrobras também estará presente nos dois Air Gates (obstáculos infláveis que demarcam o trajeto dos aviões) do percurso, e também em todo o material de comunicação da competição. A agência Rede – do Grupo ABC – assina o evento, respondendo tanto pela produção e organização como pela captação das cotas de patrocínio.

Anúncios

Comentários desativados em Loucuras no Ar

Arquivado em Comunicação, Marketing

Os comentários estão desativados.