O cinquentenário controverso de Brasília

Mesmo com as turbulências políticas, diversas ações e eventos marcam os 50 anos da capital

Depois de muitas idas e vindas em relação à participação de anunciantes e artistas, a capital do País comemora seu aniversário de 50 anos nessa quarta-feira, 21, com bem menos pompa e circunstância do que o previsto inicialmente. Antes anunciada como um evento grandioso – que pretendia trazer até o ex-Beatle Paul McCartney – a comemoração foi perdendo a adesão de diversos anunciantes. As sucessivas denúncias de corrupção ressabiaram o envolvimento das marcas – que provavelmente não gostariam de associar sua imagem à repercussão negativa do caso.

Mas algumas empresas decidiram deixar de lado o cenário político e investiram na data. A Vivo já deu início à sua campanha com diversos anúncios publicitários nos veículos locais, além da instalação do ícone da empresa no aeroporto parabenizando a cidade. A Coca-Cola também fez uma ação: em 21 de fevereiro transformou seus 50 caminhões de distribuição de bebidas – adesivados com imagens históricas da cidade – em museus itinerantes que desfilaram pela cidade. Além disso, também criou uma lata comemorativa, ilustrada com imagens de Brasília.

A ideia das latas foi compartilhada pela Ambev, que também ilustrou as embalagens de Antarctica em homenagem à cidade. A corretora de seguros BRB lançou outra campanha em homenagem ao aniversário da capital, desenvolvida pela Fields Comunicação e veiculada nos principais veículos de Brasília. O Banco do Brasil entrou como patrocinador da etapa brasiliense do Mundial de Vôlei de Praia, assim como a Swatch, que desenvolveu um relógio em homenagem a Oscar Niemeyer. A marca de cerveja Schincariol também decidiu comemorar a data instalando 40 outdoors na cidade com aas frases “ParabenzÃO. 50 anos de Brasília merece um cervejÃO”.

Para celebrar o dia do aniversário, foram chamados diversos artistas locais, como os Paralamas do Sucesso. Mas é uma baiana quem comandará a festa: Daniela Mercury será a mestre de cerimônias do evento, que acontecerá na Esplanada dos Ministérios e contará com três palcos diferentes. A comemoração terá um custo de aproximadamente R$ 8 milhões, segundo o secretário de Cultura, Silvestre Gorgulho.

MMonline.

Anúncios

Comentários desativados em O cinquentenário controverso de Brasília

Arquivado em Comunicação, Marketing

Os comentários estão desativados.