Sinais de forte crescimento na Ásia aumentam chance de valorização das moedas

Alguns dados econômicos têm mostrado risco de superaquecimento das economias asiáticas com conseqüente mudança de viés nas políticas monetária e cambial. O PIB de Cingapura cresceu 32% (anualizado) no primeiro trimestre de 2010, o que levou o governo a rever a projeção para o ano de 4,5% a 6,5%, para 7% a 9%. Mais importante, no entanto, foi a decisão de alterar a política cambial, que passa por apreciação “modesta e gradual” da moeda, ante o regime de paridade fixa vigente anteriormente.

Na China, o volume de concessões de crédito ficou abaixo do esperado em março, 510 bilhões de iuans ante consenso de 700 bilhões, o que já reflete ação das autoridades no sentido de retirar o estímulo monetário aplicado durante a crise. Vários indicadores estão previstos para amanhã (hoje à noite, no Brasil). Os preços ao produtor devem ter crescido cerca de 6,4% no mês passado em relação a março de 2009, acelerando ante o dado anterior e reforçando as preocupações com o aumento da inflação. Para o consumidor a variação deve ter se situado na casa de 2,6%. O consenso para o crescimento do PIB no primeiro trimestre é 11,5%, acelerando em relação aos 10,7% no final do ano passado. Também vendas no varejo e produção industrial devem apresentar dados fortes: 18% e 18,2%, respectivamente, de variação em março de 2010 ante o mesmo mês do ano anterior.

Anúncios

Comentários desativados em Sinais de forte crescimento na Ásia aumentam chance de valorização das moedas

Arquivado em Economia

Os comentários estão desativados.