Apple quer movimentar mercado com “iAd”

Modelo publicitário permitirá uma nova forma de distribuição de receita dos anúncios e será lançado no segundo semestre.

A Apple irá adotar um novo sistema de publicidade para o novo modelo do iPhone no segundo semestre. Em um evento realizado nessa quinta-feira 8 na Califórnia, o presidente da companhia, Steve Jobs, explicou que o novo sistema terá o nome de “iAd” e será moldado ao modelo operacional do iPhone 4.0 e também no novo iPad.

O sistema lembra muito o de unidade de rich media, que existe em algumas plataformas de publicidade móvel. A maior diferença, entretanto, é que o “iAd” será construído para funcionar pelo código HTML5, em vez do tradcional Flash da Adobre, utilizado como padrão principal de anúncios de mídia nos dispositivos móveis. outro golpe para o Flash da Adobe, que é o padrão para anúncios de mídia rica noutras partes da Web e em dispositivos móveis. Uma versão do modelo já deverá estar disponível no início do segundo semestre.

Na mesma conferência, Steve Jobs  lançou o mais recente sistema operacional do iPhone, o 4.0, que permitirá o uso de vários aplicativos simultaneamente. Esse recurso permitirá, também, que os usuários mergulhem em uma experiência de publicidade sem precisar sair da tela do aplicativo que estão usando.

No mês de janeiro, a Apple adquiriu a empresa especializada em publicidade móvel, Quattro Wirelles, que irá desenvolver o padrão dos aplicativos que serão utilizados no iPhone 4.0. Na apresentação, Jobs exibiu formatos de anúncios que podem ser incluídos em jogos de vídeo, localizadores e páginas customizadas.

Crítica da concorrência

Apesar de ter sido alardeado por Jobs como inovador, a nova plataforma não foi assimilada da mesma forma por outros players do setor de publicidade móvel. “Embora, com uma ou duas exceções, eu não vejo nada que tenha avançado muito em tecnologia ou arte da publicidade móvel, declarou Jason Hope, VP e gerente geral da AdMob – empresa que está ,em fase de conclusão das transações para ser adquirida pelo Google, pela quantia de US$ 750 milhões. A companhia acabou elogiando a Apple e disse que o “iAd” irá colaborar para um fortalecimento do mercado de publicidade digital.

Construindo o mobile marketing

Para o CEO e presidente da Medialets, Eric Litman – empresa que fornece anúncios rich media para o iPhone, da própria Apple e para o Android, do Google, a companhia de Jobs está gastando muito dinheiro para entrar em um espaço de uma maneira diferente e conquistar uma fatia do mercado que nenhuma empresa de publicidade móvel possui..
Já Nihal Mehta, CEO da rede de buscas e anúncios Buzzd acredita na forma do sistema da Apple e acredita que a força dos desenvolvedores, que estão por detrás do negócios, poderão colaborar para o crescimento da plataforma.

Durante a apresentação, Jobs declarou que o “iAd” terá um modelo de compartilhamento de receitas no qual 60% ficarão com os desenvolvedores. A investida da companhia, que tem, como missão maior, começar a fazer frente á concorrência do Google, deve receber muita atenção do mercado de marketing móvel nos próximos anos.

Com informações do Advertising Age e da Reuters.

Anúncios

Comentários desativados em Apple quer movimentar mercado com “iAd”

Arquivado em Comunicação

Os comentários estão desativados.