Trem-bala não será finalizado a tempo da Olimpíada, diz agência

Não dará tempo...

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) disse na quarta-feira, 13, que espera obter a

licença prévia do TAV (Trem de Alta Velocidade) – que interligará Rio de Janeiro, São Paulo e

Campinas – em “meados de 2011”. Mais: essa ainda é apenas uma expectativa, revelou Hélio França,

superintendente-executivo da agência, em audiência pública para discussão do edital de licitação, em

São Paulo. A licença dependerá ainda da apresentação do estudo de impacto ambiental que será feito

somente depois de conhecido o traçado definitivo, algo que só ocorrerá quando o leilão apontar o

consórcio vencedor. Hoje, a ANTT tem apenas um traçado referencial, a partir do qual colheu

informações sobre demanda pelo serviço e dados sobre o custo final do projeto, estimado em R$ 34

bilhões. Tudo isso terá ainda de ser avaliado pelos técnicos da agência ambiental federal, o Ibama.

Por tudo isso, a ANTT diz que não irá se comprometer com qualquer data para o início da operação

do chamado trem-bala, muito menos referendar expectativas do governo federal de ter ao menos

parte do empreendimento pronto a tempo da realização dos dois maiores eventos esportivos do

mundo: a Copa do Mundo de 2014 ou a Olimpíada de 2016, no Rio.

Anúncios

Comentários desativados em Trem-bala não será finalizado a tempo da Olimpíada, diz agência

Arquivado em Economia

Os comentários estão desativados.