Grupo O Dia à venda?

O anúncio da saída de Gigi de Carvalho da presidência do jornal O Dia e a sua substituição pelo diretor financeiro, Ronaldo Carneiro, pode ser um sinal de que o grupo esteja preparando o terreno para a venda de seu controle.

Desde o falecimento de Ary de Carvalho em 2003, as três herdeiras Gigi, Eliane e Ariane dividem o controle do grupo mas sem a mesma liderança forte do pai. Ariane foi a primeira a assumir a presidência mas acabou perdendo o posto no ano seguinte à morte do pai por imposição das irmãs a título de um rodízio no cargo que de fato nunca ocorreu.

Gigi assumiu o posto onde promoveu em seus seis anos no cargo importantes mudanças como a reformulação gráfica de O Dia e o lançamento do Meia Hora. O sucesso do novo título expôs o declínio de O Dia que nos últimos anos vem amargando queda na circulação de acordo com os números publicados pelo IVC.

Um executivo próximo da situação garante que a entrega do cargo a Ronaldo Carneiro passa ao mercado uma mensagem que de a gestão passa a ter caráter técnico até que surja um parceiro interessado em comprar o controle do Grupo O Dia.

Anúncios

Comentários desativados em Grupo O Dia à venda?

Arquivado em Comunicação

Os comentários estão desativados.