Visanet passa a se chamar Cielo

Companhia de operações de crédito reformula comunicação para entrar no segmento multibandeira.

 

peq_Cielop

Cielo foi o nome escolhido para representar a nova fase da marca

Com base no posicionamento de que o céu é o limite para uma empresa que lidera o seu segmento de atuação no País, a Visanet deixou para trás o seu nome e apresentou, nesta terça-feira, 10, a sua nova marca: Cielo. A reformulação já havia sido antecipada pela coluna Em Pauta, publicada na edição 1384 de Meio & Mensagem (clique aqui para ver).

Fruto de mais de um ano de trabalho e planejamento da FutureBrand, a nova marca traz consigo, entre outras missões, a de desvincular a companhia da bandeira de crédito Visa, cujo contrato de exclusividade terminará em meados de 2010.
“Passaremos a operar com todas as bandeiras e, dessa forma, nos destacar em um cenário que irá ficar mais competitivo. Precisávamos de um posicionamento diferente, que fugisse das nomenclaturas de crédito, cartões e pagamentos”, conta o presidente da, agora, Cielo, Rômulo de Mello Dias.

Junto com a mudança do nome, a empresa também repensou a sua estratégia de comunicação, entregando a sua conta publicitária para a Young & Rubican. “Como o foco dessas empresas é a comunicação B2B, as campanhas não costumam contemplar a grande mídia. Mas achamos importante sair um pouco dessa postura tímida e mostrar ao público a importância e a estrutura de uma companhia como a Visanet”, comenta o CEO do Grupo Newcomm e presidente da Y&R, Roberto Justus. Além da Y&R, também participaram da concorrência da Neogama BBH, Leo Burnett, Ogilvy e Parra (que detinha a conta da Visanet).

A primeira campanha, que comunicará a mudança do nome para Cielo, estreia na mídia impressa nesta próxima sexta-feira, 13. O filme televisivo entra no ar no próximo domingo, 15. A total divergência existente entre as palavras “Visanet” e “Cielo” também foi apontada como algo positivo para a transição da marca. “Como o novo nome tem um forte impacto e é bem diferente, acreditamos que a assimilação do público acabará acontecendo de uma forma mais espontânea”, opina Átila Francucci, diretor de criação da Y&R.

A associação quase imediata do novo nome com o sobrenome do nadador brasileiro César Cielo acabou sendo aproveitada pela companhia. O atleta foi convidado para participar da apresentação da nova marca feita aos colaboradores ocorrida nessa segunda-feira, 9. Além disso, a Y&R confirma a possibilidade de utiliza-lo, futuramente, em alguma campanha ou ação da Cielo.

A substituição da marca antiga pela nova terá início a partir dessa semana e acontecerá de forma paulatina. A companhia irá substituir todas as máscaras (placas que recobrem as máquinas de operações de crédito) que possui em 1 milhão e 600 mil estabelecimentos espalhados por todo o Brasil.

Com quatorze anos de existência e ocupando a liderança do mercado de meios eletrônicos no País, a Visanet conseguiu encerrar o terceiro trimestre deste ano com um lucro líquido de R$ 396,7 milhões – quantia 35% maior do que o lucro obtido no mesmo período de 2008. Entre os meses de janeiro e setembro, a companhia declara ter investido R$ 163 milhões no aprimoramento dos seus serviços, em tecnologia e na ampliação de distribuição dos serviços. O investimento na reformulação da marca e na campanha publicitária, entretanto, não foi revelado.

 

Anúncios

Comentários desativados em Visanet passa a se chamar Cielo

Arquivado em Comunicação, Marketing

Os comentários estão desativados.