Combustíveis pesam e inflação oficial sobe a 0,28% em outubro

Taxa do IPCA é a maior desde junho, mostra IBGE.
Preço do álcool subiu, em média, 10,61%.

bomba-de-gasolina-2A inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou outubro em 0,28%, acima dos 0,24% do mês anterior. Foi a segunda alta consecutiva da taxa do IPCA, que levou o indicador à maior variação desde junho, quando fora de 0,36%.

De acordo com o IBGE, os combustíveis, que ficaram 1,74% mais caros, foram o item que mais pesou sobre o IPCA, contribuindo com 0,08 percentual da inflação de outubro. “Em período de menor oferta, o consumidor passou a pagar, em média, mais 10,61% pelo litro do álcool e 1,06% pelo litro da gasolina”, diz o Instituto em nota.

O IPCA é considerada a “inflação oficial” do país por ser a utilizada para o cálculo da meta de inflação do governo federal, que é de 4,5% ao ano. O índice é calculado pelo IBGE desde 1980 e se refere às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos.

Anúncios

Comentários desativados em Combustíveis pesam e inflação oficial sobe a 0,28% em outubro

Arquivado em Economia

Os comentários estão desativados.