Apagão teve origem em função de condições meteorológicas, diz MME

Blecaute ocorreu após problemas em 3 linhas de transmissão no PR e SP.
Causas do apagão devem ser divulgadas após reunião do CNOS à tarde.

 

 

0,,32926776-FMM,00

Imagens de radar mostram raios (em azul) e chuva na região de Itaberá (SP), às 22h15 de terça-feira (10) (Foto: Radar do Simepar)

 

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, afirmou nesta quarta-feira (11) que o apagão que deixou dez estados brasileiros no escuro teve origem em função de condições adversas meteorológicas. Em entrevista coletiva nesta manhã, ele afirmou que os problemas ocorreram em três linhas de transmissão, que recebem energia vinda da usina hidrelétrica de Itaipu (PR).

Segundo o secretário, as panes ocorreram em duas linhas que ligam a cidade de Ivaiporã, no centro do Paraná, a Itaberá, no sul de São Paulo. E outra, em uma estação que liga Itaberá a Tijuco Preto (SP).

A energia, segundo o secretário, foi restabelecida quatro horas depois do começo do blecaute, que teve início às 22h14 de terça-feira (10). “Não há danificação de equipamentos. Houve uma frente [fria] muito forte, com ventos e chuvas muito fortes, concentradas em Itaberá”, explicou. A cidade recebe circuitos da usina hidrelétrica de Itaipu e redistribui energia para outras regiões.
Zimmermman destacou, porém, que as causas do apagão ainda não foram exatamente definidas. A origem do problema deverá ser apresentada em reunião marcada para às 17h, no Centro Nacional de Operação do Sistema Elétrico (CNOS).

 

 

 

 

Anúncios

Comentários desativados em Apagão teve origem em função de condições meteorológicas, diz MME

Arquivado em Economia

Os comentários estão desativados.