Arquivo do dia: 26 de outubro de 2009

Santander prevê Ibovespa em 80 mil pontos no fim de 2010

santan

A expectativa de queda da taxa de risco país, crescimento dos lucros das empresas brasileiras, moderada valorização do dólar e contínua retomada das bolsas internacionais levou o Santander a fixar a meta de 80 mil pontos para o Ibovespa no final de 2010.

Em relatório, a filial brasileira do banco espanhol explicou que a previsão baseia-se na premissa de uma taxa de risco-Brasil em 150 pontos, expansão de 44% do lucro por ação das empresas do Ibovespa, taxa de câmbio de R$ 1,95 real e retorno de 9,6% do índice MSCI World, indicador que mede o desempenho global dos mercados de ações.

“Nossa convicção mais forte continua direcionada aos cíclicos domésticos, com base em nosso otimismo sobre a sustentabilidade do crescimento econômico do Brasil nesta segunda metade de 2009 e mais à frente, impulsionado pelo consumo das famílias”, diz trecho do relatório.

Entre os setores que o banco classifica como maiores beneficiários potenciais desse cenário estão: instituições financeiras, varejo, industriais, aeroespacial & transporte e imobiliário. Já o setor de siderurgia ficou com peso abaixo da média.

“Os cíclicos domésticos vêm consistentemente apresentando um desempenho superior aos cíclicos globais durante o rally destes últimos oito meses, mesmo durante a pausa do mercado ocorrida em junho-julho”, avalia o Santander.

“Vemos este fato como o início de uma mudança secular de longo prazo na principal tese de investimento nas ações brasileiras em direção aos cíclicos domésticos”, acrescenta.

Para o banco, o principal risco para as ações brasileiras é uma possível decepção quanto à sustentabilidade da recuperação econômica global.

Anúncios

Comentários desativados em Santander prevê Ibovespa em 80 mil pontos no fim de 2010

Arquivado em Economia

Mantega cobra emprego por IPI de eletrodomésticos reduzido

man

Após reunião com representantes do varejo brasileiro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta segunda-feira que o governo está empenhado em garantir que as vendas do setor continuem altas. No entanto, ele não informou se haverá prorrogação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido para produtos da linha branca e disse que, para isso ocorrer, o setor tem que assumir o compromisso de gerar mais empregos e fazer promoções para beneficiar mais os consumidores.

“Até o dia 31 sairá alguma decisão do governo… Estamos na reta final para fechar o ano e queremos que ele feche com chave de ouro. O governo estará empenhado para que as vendas continuem elevadas”, afirmou ele após a reunião.

O encontro realizado em São Paulo serviu para que os representantes do varejo apresentassem formalmente o pedido de manutenção do IPI reduzido por mais tempo. A medida vale até o final deste mês.

“Vamos supor que a gente prorrogue… isso exige dois compromissos: emprego maior e que o setor venha a fazer promoções dando mais vantagens ao consumidor”, afirmou Mantega.

“Se a gente conseguir, aqui, formalizar esse compromisso, então podemos ter um acordo. Nós vamos conseguir dar o melhor Natal que o brasileiro já teve.”

O setor varejista, segundo o ministro, tem várias maneiras de atender isso, incluindo uma redução de margens.

Apesar do pedido, Mantega avaliou que o setor já tem repassado ao consumidor final a redução do IPI e que existe disponibilidade de financiamento. “Mas é claro que eu sempre estarei aqui para reclamar taxas de juros ainda mais baixas para o consumidor”, disse.

A resposta da presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo e dona do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, que estava ao lado do ministro, foi rápida: “e nós para pedir impostos mais baixos”.

Empregos de fim de ano
A empresária se disse otimista sobre a possibilidade de prorrogação do IPI reduzido e afirmou que o setor já está fazendo grandes promoções e tem adotado uma postura agressiva.

Segundo ela, o varejo eleva em cerca de 10 a 15% o nível de emprego entre novembro e dezembro e a decisão neste ano vai depender da resposta do governo sobre o IPI.

“O diálogo (com o ministro) foi muito benéfico, bem aberto… mas ele deixou no ar (se vai ou não haver prorrogação)”, disse.

O governo anunciou em 17 de abril uma redução do IPI para geladeira, fogão, máquina de lavar e tanquinho, como mais uma medida para aliviar os feitos da crise global sobre o país. O prazo do benefício está previsto para terminar no dia 31 de outubro.

Comentários desativados em Mantega cobra emprego por IPI de eletrodomésticos reduzido

Arquivado em Economia

Indicadores – Hoje

Juros (nacionais e internacionais)

Libor 1 Mês
Libor 3 Meses
Libor 6 Meses
Libor 12 Meses
Prime Ano
FED
Selic
TBF
BNDES
TJLP

Taxas de Inflação

ICV-SP (DIEESE) (% ano)
ICV-SP (DIEESE) (% mês)
IGP-DI (% ano)
IGP-DI (% mês)
IGP-M (FGV) (% ano)
IGP-M (FGV) (% mês)
INPC (IBGE) (% ano)
INPC (IBGE) (% mês)
IPA-DI (FGV) (% ano)
IPA-DI (FGV) (% mês)
IPCA (IBGE) (% mês)
IPC-SP (Fipe) (% ano)
IPC-SP (Fipe) (% mês)
IPC-DI (FGV) (% ano)
IPC-DI (FGV) (% mês)

Swap

Swap DI x PRÉ (30 Dias)
Swap DI x PRÉ (60 Dias)
Swap DI x PRÉ (90 Dias)
Swap DI x PRÉ (150 Dias)
Swap DI x PRÉ (180 Dias)
Swap DI x PRÉ (360 Dias)

Correção de Impostos

UFESP (SP)
UFMSP (São Paulo)

Câmbio Contratado

Volume Cambio Contratado – Exportação
Volume Cambio Contratado – Importação
Saldo Cambio Contratado – Comercial
Volume Cambio Contratado – Compra
Volume Cambio Contratado – Venda
Saldo Cambio Contratado – Financeiro

Comentários desativados em Indicadores – Hoje

Arquivado em Economia

Ações Hoje.

Colocar em orden alfabética Z-A Nome Ticker Último Var. Var.% Volume Hora
ALL AMER LATUNT ALLL11 12,630 -0,020 -0,16 4.687.584 17:30
AMBEV PN * AMBV4 163,080 -0,630 -0,39 241.836 17:29
ARACRUZ PNB ARCZ6 3,740 -0,100 -2,60 8.213.219 17:29
B2W VAREJO ON BTOW3 51,350 -1,170 -2,23 353.059 17:29
BMF BOVESPA ON BVMF3 11,960 -0,290 -2,37 16.740.957 17:30
BRADESCO PN BBDC4 36,360 -0,190 -0,52 2.072.673 17:29
BRADESPAR PN * BRAP4 36,940 0,240 0,65 577.615 17:29
BRASIL BBAS3 30,000 -0,400 -1,32 1.512.633 17:29
BRASIL T PAR PN BRTP4 18,710 -0,320 -1,68 320.375 17:29
BRASIL TELEC PN * BRTO4 15,830 -0,170 -1,06 338.155 17:29
BRASKEM PNA* BRKM5 12,240 0,080 0,66 522.997 17:29
CCR RODOVIAS ON CCRO3 33,670 0,570 1,72 2.238.541 17:29
CELESC PNB CLSC6 35,890 -0,310 -0,86 49.847 17:29
CEMIG PN CMIG4 28,160 0,260 0,93 954.358 17:30
CESP PNB CESP6 21,330 -0,070 -0,33 553.968 17:29
COMGAS PNA* CGAS5 33,650 -0,450 -1,32 45.991 17:26
COPEL PNB CPLE6 31,710 -0,100 -0,31 386.207 17:29
COSAN CSAN3 18,890 -0,310 -1,62 603.261 17:29
CPFL ENERGIA ON NM CPFE3 31,740 -0,760 -2,34 415.786 17:29
CYRELA REALT ON NM CYRE3 23,530 -0,770 -3,17 2.914.723 17:30
ELETROBRAS ELET3 26,020 -0,600 -2,25 1.130.180 17:29
ELETROBRAS PNB ELET6 23,650 -0,450 -1,87 916.397 17:30
ELETROPAULO PNB ELPL6 36,200 0,050 0,14 385.613 17:29
EMBRAER ON EMBR3 10,080 0,020 0,20 4.446.952 17:30
GAFISA ON GFSA3 29,440 -0,190 -0,64 1.552.016 17:29
GERDAU MET PN * GOAU4 35,270 -0,330 -0,93 659.234 17:29
GERDAU PN * GGBR4 28,470 -0,340 -1,18 3.498.110 17:29
GOL PN GOLL4 19,370 0,590 3,14 3.469.899 17:29
GRUPO PAO DE ACUCAR PCAR5 55,100 -0,010 -0,02 234.961 17:29
ITAÚ UNIBANCO PN N1 ITUB4 36,000 -0,350 -0,96 3.444.508 17:30
ITAUSA PN ITSA4 10,780 -0,020 -0,19 15.945.329 17:30
JBS JBSS3 9,930 -0,220 -2,17 1.057.220 17:29
KLABIN PN KLBN4 4,530 -0,030 -0,66 1.111.829 17:29
LIGHT LIGT3 24,290 -0,110 -0,45 580.222 17:29
LOJAS AMERIC PN * LAME4 11,560 -0,170 -1,45 1.488.419 17:29
LOJAS RENNER ON * LREN3 30,080 -0,570 -1,86 812.584 17:30
MMX MINER ON MMXM3 12,430 -0,250 -1,97 2.522.247 17:29
NATURA ON NATU3 31,850 0,050 0,16 810.233 17:29
NET PN NETC4 22,360 -0,040 -0,18 1.097.561 17:30
NOSSA CAIXA BNCA3 63,000 2,760 4,58 9.040 16:56
PERDIGAO S/A ON PRGA3 44,530 -0,180 -0,40 946.987 17:30
PETROBRAS ON PETR3 42,240 -0,170 -0,40 2.014.553 17:30
PETROBRAS PN PETR4 36,530 0,030 0,08 14.122.896 17:30
REDECARD RDCD3 27,000 -1,200 -4,26 2.535.988 17:29
ROSSI RESID ON RSID3 12,890 -0,250 -1,90 1.956.076 17:30
SABESP SBSP3 34,770 0,270 0,78 309.790 17:29
SANTANDER BR SANB11 22,800 0,210 0,93 3.532.799 17:29
SID NACIONAL CSNA3 61,680 -1,280 -2,03 1.381.460 17:30
SOUZA CRUZ CRUZ3 63,310 -1,540 -2,38 148.298 17:29
TAM S/A PN N2 TAMM4 26,950 -0,550 -2,00 602.316 17:29

Comentários desativados em Ações Hoje.

Arquivado em Economia

Nível de otimismo do empresariado é o maior desde 2005, diz CNI

Sem título

O empresário da indústria está mais otimista agora do que no período que antecedeu a crise econômica. É o que indica o Índice de Confiança do Empresário Industrial, divulgado nesta segunda-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Brasileiro está otimista com emprego, mas planeja gastar menos
46% dos empresários esperam melhora no comércio exterior
Confiança do consumidor atinge maior nível desde maio de 2008

De acordo com a pesquisa, o indicador ficou em 65,9 pontos –em uma escala de 0 a 100 em que números maiores que 50 indicam que o empresário está confiante. O número é o maior desde janeiro de 2005, quando atingiu 66,5 pontos.

Em julho do ano passado, antes da crise econômica, o indicador estava em 62 pontos. Em julho, mês da última pesquisa, o indicadora havia ficado 7,7 pontos abaixo, em 58,2 pontos. Em janeiro deste ano, quando teve o pior resultado desde o início da crise, o indicador ficou em 47,4 pontos.

“Os resultados indicam que o empresário está percebendo o fim da crise e aposta em uma recuperação sustentada no futuro”, afirmou, em nota, o gerente-executivo de pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

Para Fonseca, contribuiu para esse resultado o fato de a produção industrial ainda estar abaixo dos níveis do ano passado e o empresário apostar em uma alta mais rápida a partir de agora.

Fim da crise

O indicador que mostra as condições atuais da economia e da empresa em relação aos seis meses anteriores ficou em 60,5 pontos em outubro, contra 47,2 pontos em julho. Foi a primeira vez no ano que o índice ficou acima dos 50 pontos –o que indica otimismo.

“A avaliação sobre as condições atuais denota que o industrial acredita que a crise acabou”, afirma Fonseca.

Para os próximos seis meses, o industrial também está otimista –o indicador ficou em 68,7 pontos contra 63,6 pontos em julho.

Grandes empresas

A alta no indicador foi maior entre as grandes empresas, fechando outubro em 68,1 pontos, 8,7 pontos a mais do que julho. Já para as médias, o índice foi de 65,9 pontos, 7,4 pontos acima do registrado em julho. Para as pequenas, o indicador ficou em 63,1 pontos, 6,9 pontos a mais do que em julho.

Comentários desativados em Nível de otimismo do empresariado é o maior desde 2005, diz CNI

Arquivado em Economia

Comunicação movimentou R$ 47,3 bilhões em 2007

Comunicação

A Associação Brasileira das Agências de Propaganda anunciou nesta sexta-feira, 23, no encontro de seus presidentes de capítulos regionais, em Recife, os primeiros números do estudo conduzido pelo IBGE sobre a movimentação da indústria da comunicação no ano de 2007. O levantamento aponta que todas as cadeias produtivas do setor movimentaram R$ 47,3 bilhões, o equivalente a 1,8% do PIB – que naquele ano foi de 2,358 trilhão – um incremento de 9,2% em relação ao último estudo divulgado referente a 2005. 

O número de empregos registrados formalmente por pouco mais de 97 mil empresas foi de 612 mil, com uma massa salarial de R$ 9,5 bilhões. O setor que mais empregou foi o de telemarketing com 265 mil empregos mas uma massa salarial de apenas 140,4 milhões pagos por 1.128 empresas. A publicidade, por sua vez, representou R$ 8,5 bilhões do montante, no qual as 10.242 agências empregaram 25.271 pessoas pagando R$ 679 milhões em salários.

Luiz Lara, presidente da ABAP, também confirmou a realização do próximo Encontro Nacional das Agências de Publicidade para o Rio de Janeiro nos dias 4 e 5 de março de 2010, no prédio da Firjan, no centro da cidade. O jantar de gala que encerra o evento será no Pier Mauá, área da cidade que vem passando por um processo de revitalização. Na ocasião será entregue a primeira edição do prêmio Ícones que irá premiar personalidades não necessariamente ligadas à publicidade nas categorias Liberdade, Conteúdo e Inovação.

Lara também informou que os líderes regionais da ABAP estarão em Brasília no próximo dia 4 de novembro num encontro com os 180 deputados da Frente Parlamentar da Comunicação para reafirmar suas convicções sobre diversos temas referentes à liberdade de expressão comercial, entre eles as novas restrições para a publicidade infantil e a de medicamentos.

Comentários desativados em Comunicação movimentou R$ 47,3 bilhões em 2007

Arquivado em Economia, Marketing

Positivo lança linha de computadores do Corinthians

Corinthianspositivo

Os fiéis torcedores do Corinthians poderão, a partir de agora, ficar mais próximos do Timão também quando estão navegando na internet e utilizando seus computadores. O clube paulista de futebol fez uma parceria com a Positivo Informática para o lançamento da linha de computadores Positivo Edição Corinthians, que chega ao mercado a partir do próximo dia 1º de novembro.

A parceria compreende a fabricação de desktops e de notebooks que carregam o símbolo e itens que remetem ao time. Para colocar o produto no mercado, o clube paulista e a Positivo Informática fizeram uma parceria com a rede varejista Magazine Luiza, que comercializará a linha com exclusividade.

Além de ampliar o leque de produtos licenciados do Corinthians, a nova linha de computadores também pretende fortalecer o programa de sócios Fiel Torcedor. Até o dia 31 de outubro, apenas os membros do programa poderão reservar as compras dos computadores através do site do Magazine Luiza. Todos os que adquirirem o notebook ou o desktop do clube ganharão, também, um bônus que oferece dois meses gratuitos de adesão ao programa Fiel Torcedor.

O desktop será comercializado pelo preço de R$ 1.999, enquanto o notebook chegará à loja pelo preço de R$ 1.699.

Comentários desativados em Positivo lança linha de computadores do Corinthians

Arquivado em Comunicação, Marketing